As declarações no pódio do Azores Airlines Rallye

AUTO - ERC AZORES RALLY 2016

Pilotos presentes:
Ricardo Moura/Antonio Costa, primeiros da classificação geral
Alexey Luxyanuk/Alexey Arnautov, segundos da classificação geral
Kajetan Kajetanowicz/Jarek Baran, LOTOS Rally Team, terceiros da classificação geral
 

Pilotos presentes:
Ricardo Moura/Antonio Costa, primeiros da classificação geral
Alexey Luxyanuk/Alexey Arnautov, segundos da classificação geral
Kajetan Kajetanowicz/Jarek Baran, LOTOS Rally Team, terceiros da classificação geral
 

Pergunta a Kajetan Kajetanowicz:
Kajto, estava a liderar o rali mas, depois, teve problemas. Permitiu-se pensar que poderia ganhar?
KK:
Depois de ontem, tínhamos essa possibilidade, uma grande possibilidade. A diferença para o Alexey não era muito grande, era de 10s, por isso, havia a possibilidade de vencer. Mas perdemo-la. Mas isto é que é rali. Foi um grande rali, com uma paisagem maravilhosa e uma atmosfera fantástica. Foi um prazer disputá-lo aqui, estar aqui e sentir esta pressão. Sentimos uma boa pressão por parte do público, grande público. Acreditem em mim quando digo que vocês são, provavelmente, os melhores fãs deste desporto no mundo. Esta é uma pequena ilha, mas é um grande prazer estar aqui nesta disputa com estes pilotos rápidos, neste ambiente fantástico. OK, o tempo nem sempre é perfeito, mas isto também é bom para os espectadores, por causa da luta constante. É interessante.
 

Pergunta a Jaroslav Baran:
Jaroslav, a prova especial mais famosa é a das Sete Cidades. Toda a gente já a viu, mas diga-nos, como é que é de dentro do carro?
JB:
É fantástica, mas os Graminhais são também uma prova especial fantástica. Hoje, não ganhamos, mas acabamos no pódio. Mas, o Kajto disse algo com o qual eu concordo. Este é um lugar realmente fabuloso. Já fiz ralis em todo o mundo e já vi muitos, muitos lugares, mas este é único. Por isso, muito obrigado,
 

Pergunta a Alexey Arnautov:
Alexey Arnautov, não correu no último rali porque não estava em forma. Como é que se sente ao estar de volta?
AA:
Sinto – me ótimo, especialmente por estar aqui.
 

Pergunta a Alexey Lukyanuk:
Alexey Lukyanuk, feliz por estar neste pódio ou desapontado por não estar no primeiro lugar?
AL:
Ambas as coisas. Estivemos sempre na liderança e tivemos a oportunidade de terminar um lugar acima. Apesar disso, estou feliz por obter alguns pontos. É um rali de doidos, tão bonito, tão excitante e tão duro em alguns locais. No fim, só vão ficar as boas memórias. Quando vemos como as pessoas estão felizes com um vencedor local, faz todo o sentido. Por isso, parabéns.
 

Pergunta a António Costa:
António, este é um dos melhores dias da sua carreira?
AC:
É de certeza um dos melhores. Quando se vem a este rali pela primeira vez, sonha-se com o dia em que o iremos ganhar. Este dia é hoje.
 

Pergunta a Ricardo Moura:
Por último, Ricardo, finalmente ganhou em casa. É o seu sonho tornado realidade?
RM:
Tenho respeito total pelos meus opositores. Hoje, tive sorte, porque algumas vezes não consegui acompanhar a velocidade dos dois. Mas lutei sempre, tentei sempre. Hoje, tive sorte porque, hoje, foi o dia da minha vida. Por isso, muito obrigado.